Aleitamento.com
AmamentaçãoMãe CangurúCriançasCuidado PaternoHumanização do PartoBancos de Leite Humano Espiritualidade & Saúde DireitosProteçãoPromoçãoILCA / IBCLCConteúdo ExclusivoTV AleitamentoGaleria AMNotíciasEventosSites e BlogsLivrariaCampanhas
 
Faça seu login e utilize ferramentas exclusivas. Se esqueceu a senha, acesse o "cadastre-se" e preencha com seu e-mail.

\ Amamentação \ Geral \ Artigo

CANGURU possibilita AMAMENTAÇÃO para os PREMATUROS

Por: Zero Hora - Blog Meu Filho

Leite materno é agente de proteção para prematuros

 

Se o bebê é prematuro, a mãe também é. Por mais que esteja preparada para receber e cuidar do recém-nascido, a mulher que dá à luz antes do tempo se depara com um corpo ainda não amadurecido para ter o filho fora da barriga.

Os seios parecem estar fartos, mas a produção de leite é geralmente menor, porque os hormônios não tiveram tempo de trabalhar. O medo de perder a criança devido à fragilidade e à possível depressão — por não estar pronta para a chegada do bebê — também podem influenciar no insucesso da amamentação.

— As mães ficam desamparadas e sem estímulos, mas precisam saber a importância do leite materno— afirma a pediatra neonatologista Maria Emília Soares, responsável técnica do Banco de Leite do Hospital Fêmina.

Mesmo que os bebês não consigam sugar — fator muito comum porque eles têm os reflexos ainda pouco desenvolvidos —, as mães podem retirar o leite e contar com a ajuda do hospital para armazená-lo.

Na primeira fase do aleitamento, o leite da mãe pode ser oferecido em pequenas quantidades, de acordo com cada caso e supervisão médica, e aliado a outros componentes que fortalecerão o bebê. Mesmo prematuro, o alimento é cheio de nutrientes para suprir as necessidades do recém-nascido e age como um remédio devido aos fatores bioativos e componentes celulares que contém. Depois, o leite é administrado como parte alimentação, e não apenas como fator de proteção. Quanto mais cedo o processo, melhor.

Mais fortes e com a atividade de sucção treinada, os bebês já estão aptos a tentar a alimentação direto no peito da mãe.

— Antes da 32ª semana, o reflexo do bebê é a lambida, então usamos técnicas com copinhos. Com o tempo, ele pode ser estimulado a sugar, deglutir e a respirar melhor — explica a pediatra.

Outra atividade que ajuda as mães é o chamado bebê canguru, um momento em que os pequenos, sem roupa, são envolvidos no peito da mãe. Com o calor e os carinhos, eles vão, aos poucos, melhorando os laços afetivos e tendo reações surpreendentes.

Em vídeo, confira as dicas da enfermeira Rosemeli Guedes sobre amamentação:

http://wp.clicrbs.com.br/meufilho/2010/09/20/leite-materno-e-agente-de-protecao-para-prematuros/?topo=52,1,1,,170,13

 

Um guerreiro vencedor

 

 

 


Última atualização: 27/09/2010

 

Curtir

Comentários


Essa é uma área colaborativa, por isso, não nos responsabilizamos pelo conteúdo. Leia nossa Política de Moderação.
Caso ocorra alguma irregularidade, mande-nos uma mensagem.

 

Depoimentos

Gostou do site? Ele te auxiliou em algum momento? Deixe seu depoimento, assine nosso livro de visitas! Clique aqui.

Quem Somos | Serviços | Como Apoiar | Parceiros | Cadastre-se | Política de Privacidade/Cookie/Moderação | Fale Conosco
O nosso portal possui anúncios de terceiros. Não controlamos o conteúdo de tais anúncios e o nosso conteúdo editorial é livre de qualquer influência comercial.
Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar no mesmo, está a consentir a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa Política de Privacidade/Cookie.
24 Ano no ar ! On-line desde de 31 de julho de 1996 - Desenvolvido por FW2 Agência Digital